Notícias
16 de outubro de 2011 às 18:16:26

Por incrível que pareça cruzar as pernas, como mostra a foto da atriz Sharon Stone no filme instinto selvagem,consiste em um ato motor complexo que permite avaliarmos bem a intensidade de um dano cerebral em casos de derrame( Ou AVC). Assim como temos dominância para uma das mãos - daí termos pessoas destras e canhotas - existem também dominância entre que perna cruza sobre a outra entre as pessoas. Diferente da atriz ilustrada, 62,4% das pessoas cruzam a perna direita sobre a esqueda. A força para ativar os músculos do quadril e da perna para permitir o movimento cruzado está  afetada nos derrames, aquilo que chamamos de hemiparesia.   Lembrar que os derrames  são a terceira principal causa de morte e principal causa de sequelas em países desenvolvidos.

Segundo artigo publicado na revista neurology,  referência da academia americana de neurologia, aquelas pessoas que conseguem cruzar as pernas após sofrer um derrame cerebral( conhecido como AVC) serão propensas a uma boa recuperação.

Aqules capazes de cruzar as pernas nos primeiros 15 dias apos sofrer o derrame tiveram uma tendência a maior grau de independência na vida diária, menos problemas neurológicos e menores taxas de mortalidade, de acordo com  Berend Freddersen, autor do estudo da universidade de Munique( Alemanha).

Participaram da pesquisa 68 pessoas  que tinham sofrido derrame cerebral.  Estas foram divididas em dois grupos cuja diferença foi a capacidade de cruzar as pernas em um dos grupos. Durante um ano de acompanhamento a evolução dos grupos foi monitorada.

O estudo mostrou importante diferença entre os grupos quanto à mortalidade ( apenas 1 no grupo que cruzava as pernas contra 18 no que não cruzava), além de melhor evolução funcional no primeiro grupo , ou seja, melhor capacidade para as atividades do dia-dia, trazendo assim maior independência dos pacientes e melhor bem-estar para os cuidadores.

 Fonte: Neurology 10/2011


Outras Notícias
04 de julho de 2017 às 21:23:38

A partir de 03/07/2017 estamos agendando consultas atraves do aplicativo Whatsapp.


23 de maio de 2017 às 15:38:45

Artigo científico de grande impacto reforça medidas para diminuiçao dos riscos de desenvolver demência


17 de dezembro de 2015 às 23:12:09

Como devo proceder ao receber um diagnóstico de hérnia de disco lombar em exame de tomografia ou ressonância magnética.


todas as notícias